Programa Pedagógico

O EVOA disponibiliza uma grande variedade de experiências educativas dirigidas aos alunos.
Os alunos, divididos em grupos de aproximadamente 15 elementos, são acompanhados permanentemente por guias especializados realizando as diversas atividades propostas.

Planeamento da Visita


As atividades propostas têm em conta os conteúdos curriculares, sempre que possível numa abordagem interdisciplinar:

O EVOA tem muitas potencialidades. Encontramos-nos totalmente disponíveis, caso pretenda abordar um tema distinto dos aqui apresentados ou caso pretenda efetuar uma visita mais específica no âmbito de um curso profissional ou de uma área ou disciplina particular. Contacte-nos e indique-nos o que pretende.

  • Pré-Escolar

    A primeira visita a uma reserva natural permite estimular os sentidos e incentivar à descoberta do meio envolvente.

    Meio dia (2h a 2h30)

    Temáticas gerais abordadas: água, animais, sentidos 

    • Percurso com interpretação da paisagem associada à lezíria e estuário do Tejo (12 Km, caso os alunos venham de autocarro) (15 a 30 min);
    • Jogo dos sons das aves (10 min);
    • Em busca das aves no charco (30 min): Inclui observação com binóculos; Atividade de procura das espécies, percurso com consulta de lista das espécies ilustrada;
    • Desenhar as aves da lagoa principal (30 min) – atividade de desenho e de observação de aves com telescópio, desde o centro de interpretação;
    • A vida num charco – inclui observação com microscópios (30 min): Importância da água e alguns seres vivos que nela vivem (“mini-monstros”), classes dos animais (invertebrados, peixes, anfíbios, répteis, aves, mamíferos);
    • Jogo do sável (15 min) – jogo sobre a migração dos peixes, recorrendo ao olfacto;
  • 1º Ciclo

    Privilegiando a aprendizagem pelos sentidos, os alunos conhecerão a Reserva Natural do Estuário do Tejo e os animais que aqui vivem. Os alunos compreenderão a importância da preservação da natureza e aprenderão que comportamentos deverão ter em espaços como este.

    Meio dia (2h30 a 3h00)

    Atividades:

    • Percurso com interpretação da paisagem associada à lezíria e estuário do Tejo (12 Km, caso os alunos venham de autocarro) (15 a 30 min);
    • Sessão de observação de aves na lagoa principal (45 min)*;
    • Jogo das espécies (exploração da exposição, dando a conhecer a diversidade de aves e os grupos a que pertencem) (30 min);
    • Jogo dos sons – num passeio na natureza a visão não é único sentido a considerar a audição também é bastante importante, nesta atividade os alunos treinarão este importante sentido (15 min);
    • A vida num charco – relações entre os seres vivos – observação com microscópios e recurso a esquemas (30 min);
    • A Migração das aves e as zonas húmidas – Jogo no exterior (15 min);

     

    * Em busca das aves no charco (alternativa para 1º ano, 30 min);


    Dia inteiro (adicional, 1h30)

    Atividades:

    • Estórias do estuário – compreendendo a interação entre os seres vivos do estuário, à medida que desenvolvem um teatrinho improvisado com as personagens e os enredos típicos deste ecossistema (45 min);
    • Desenho de campo – O ambiente tranquilo e a paisagem envolvente servem de inspiração, esta atividade de desenho no exterior, com lápis ou aguarelas, será a recordação física das experiências vividas no EVOA (45 min);.
  • 5º Ano

    Em Ciências Naturais é importante saber reconhecer, registar e organizar o que se encontra à nossa volta. 
    Incentivamos os alunos a trazer um caderno de campo, poderão registar as observações, desenhar algumas espécies e/ou elaborar esquemas. 
    Os alunos compreenderão a importância das reserva naturais e como as suas atitudes poderão contribuir para a conservação da natureza.  
    As atividades permitirão abordar diversos conteúdos previstos nas metas curriculares.

    Meio dia (2h30 a 3h)
    • Percurso com interpretação da paisagem associada à lezíria e estuário do Tejo (12 Km, caso os alunos venham de autocarro) (15 a 30 min);
    • Sessão de observação de aves na lagoa principal (60 min) - Como se deslocam, o que fazem e comem as aves que estão na lagoa, adaptações morfológicas e comportamentais ao meio;
    • Jogo dos sons (15 min) - Num passeio na natureza, a visão não é único sentido a considerar a audição também é bastante importante, nesta atividade os alunos treinarão este importante sentido;
    • A Migração das aves e as zonas húmidas – Jogo no exterior (15 min)
    • A vida num charco (30 min) - Relações entre os seres vivos – observação com microscópios e recurso a esquemas e chaves dicotómicas;
    • As Penas (15 min) - O revestimento das aves, propriedades e funções, observação e identificação (15 min);
    • Vestígios de presença (15 min) - Pegadas e muito mais. Identificar animais através das pistas que deixa no meio e observação de crânios de micromamíferos insetívoros e granívoros, presentes em regurgitações;
    Dia inteiro (atividades adicionais, 1h30)

    (Escolher 2 de 4):

    • O “ciclo das águas” no EVOA – Atividade de interação e descoberta do espaço em que os alunos se apercebem das formas em que é possível encontrar água no espaço, os diferentes tipos de água, como é utilizada e tratada – Peddy-paper orientado (45 min); 
    • O “Solo” – que vida existe nos sedimentos, que sedimentos existem nesta zona do estuário e porque se depositaram aqui – observação com microscópios, experiências de análise das propriedades e características do solo (45 min);
    • Estórias do estuário – compreendendo a interação entre os seres vivos do estuário, à medida que desenvolvem um teatrinho improvisado com as personagens e os enredos típicos deste ecossistema (45 min);
    • Desenho de campo – O ambiente tranquilo e a paisagem envolvente servem de inspiração, esta atividade de desenho no exterior, com lápis ou aguarelas, será a recordação física das experiências vividas no EVOA (45 min);
  • 6º Ano

    Nesta visita de estudo, inspirados pelos animais da lezíria, os alunos irão compreender as adaptações do sistema respiratório e digestivo ao meio e alimento. Observarão as diversas espécies de flora existentes na lezíria e caracterização quanto à reprodução e agentes de polinização.


    Meio dia (2h30 a 3h)

    • Percurso com interpretação da paisagem associada à lezíria e estuário do Tejo (12 Km, caso os alunos venham de autocarro) (15 a 30 min)
    • Sessão de observação de aves na lagoa principal (45 min) - Identificação dos vários tipos de alimentos dos animais do estuário e as adaptações que possuem. Que usos os animais dão às plantas
    • Como as plantas do estuário se desenvolvem e reproduzem (45 min) - Percurso exploratório com recurso a desenho (caderno de campo) ou fotografia. Que espécies de flora existem na lezíria e que utilizações lhes damos;
    • Como respiramos?  (30 min) - Atividade que permite associar os diversos tipos de sistema respiratório aos seres vivos da lezíria, observação de animais aquáticos (peixes, invertebrados e insetos);
    • Diz-me como és, que eu dir-te-ei o que comes e quem és (30 min) - Atividade na exposição permanente sobre o sistema digestivo; 

    Dia inteiro (atividades adicionais, 1h30)

    • Vamos “moldar” os sistemas digestivos dos animais que vivem no EVOA (45 min);
    • À descoberta de métodos de dispersão do pólen e das sementes (45 min) - Com cola, jornal, água e muita imaginação, vamos simular e compreender que métodos as plantas têm para dispersar as sementes;
  • 7º Ano

    Disciplinas: Ciências da Natureza, Geografia e Educação Física

    Ao percorrerem a lezíria e observarem as margens do rio Tejo, levantam-se diversas questões associadas às metas curriculares de geografia, como se acumularam os sedimentos, como evoluiu a linha da costa;

    Tendo as aves como caso de estudo, é possível refletir sobre a variação da temperatura com a latitude e métodos de orientação.


    Meio dia (2h30 a 3h00)
    • Percurso com interpretação da paisagem associada à lezíria e estuário do Tejo (12 Km, caso os alunos venham de autocarro) (15 a 30 min);
    • Caracterização da paisagem (30 min) - Planos da paisagem, margens, relevo e atividade económica predominante, aglomerados populacionais, tipo de paisagem geológica, tipo de sedimentos. 
    • Sessão de observação de aves na lagoa principal (50 min) - Que aves se encontram no EVOA nesta altura do ano, de onde vieram, onde nasceram. Como sabem quando migrar. O fotoperíodo. A variação da temperatura com a latitude, impacto nas aves.
    • Filme "O Homem, o território e a Água" (50 min) - Visionamento de filme e atividade de interpretação sobre as ações humanas associadas ao território e impacto no meio. 
    • O “Solo” (20 min) - Que sedimentos existem nesta zona do estuário e porque se depositaram aqui – observação com microscópios, experiências de análise das propriedades e características do solo. Que seres vivos existem nos sedimentos;

    Dia Inteiro (atividades adicionais, 1h30)
    • A vida no rio ao longo do tempo (30 min) - Atividade de perguntas e respostas na exposição permanente. Como o clima influência os seres vivos e varia com a latitude, as dinâmicas do litoral: as marés, a deposição e acumulação de sedimentos;
    • Vamos aprender a orientar-nos com as aves (60 min) - Breve apresentação sobre a migração das aves e os métodos de orientação e navegação. Atividade de orientação
  • 8º Ano

    Disciplinas: Geografia, Ciências Naturais, Físico-Química                

    Através de uma abordagem interdisciplinar, os alunos compreenderão as dinâmicas do estuário, interações com o meio e entre os seres vivos. Impacto do homem no ecossistema.

    Meio dia (2h30 a 3h00)
    • Percurso com interpretação da paisagem associada à lezíria e estuário do Tejo (12 Km, caso os alunos venham de autocarro) (15 a 30 min);
    • Filme “O Homem, o território e a água” (15+30 min de atividade) - As atividades humanas associadas ao território e impacto na dinâmica do ecossistema estuarino;
    • Sessão de observação de aves na lagoa principal (30 min) - Caracterização do habitat e posição na cadeia trófica do estuário através da observação das espécies;
    • Percurso pedestre (2x800m), observação de flora e indícios presença mamíferos presentes no território (30 min);
    • Vai-vem do estuário (30 min) - Atividade em grupo, na exposição permanente, de exploração de conteúdos;
    • A Água é Vida (30 min) - Relações tróficas entre os seres vivos – observação com lupa binócular e recurso a esquemas. Análise da qualidade da água. Parâmetros biológicos e físico-químicos. Os invertebrados como bioindicadores da qualidade da água, o pH e a dureza da água e relação com os seres vivos; 

    Dia Inteiro (adicional, 1h30 a 2h)
    Opção A
    • Percurso até ao estuário, incluindo diversas atividades (2x1,5 Km)
    • Atividade simples de orientação, utilizando bússolas e outras referências visuais;
    • Observação do estuário
    • Distinguir biótopos presentes no estuário (sapal e caniçal), características distintivas;
    • Observação do nível de água no estuário, distância a que se encontra da linha de vegetação;
    • As marés - identificação de locais permanentemente submersos, zona entre marés e sapal alto, onde se alimentam as aves no estuário. Observação de aves em alimentação.
    • Recolha de lixo trazido pelo rio;
    • Recolha de água no percurso, para posterior observação;
    • Dinâmicas populacionais – atividade de estratégia;
    • Observação de invertebrados presentes na água recolhida, papel na cadeia trófica;
     
    Opção B
    (sem caminhada)
    • O “Solo” – que sedimentos existem nesta zona do estuário e porque se depositaram aqui - experiências de análise das propriedades e características do solo (15 min);
    • Métodos de orientação, tendo em conta o caso de estudo das aves (45 min) - Breve apresentação sobre a migração das aves e os métodos de orientação e navegação. Atividade de orientação
    • Atividade sobre dinâmicas populacionais (20 min)
    • Construção de Cadeia Trófica (30 min) - Recorrendo a informação presente na exposição “EVOA, onde o mundo encontra o Tejo”; 
  • 9º Ano

    Geografia e outras disciplinas (Físico-Química, Ciências da Natureza, Educação Física, Educação Visual, Formação Cívica)              

    Num ano de escolhas e decisões, esta visita pretende alargar horizontes e abordar as temáticas da cidadania e sustentabilidade, tendo em conta o Homem enquanto decisor e interveniente no meio. 

    Os alunos ficarão com um entendimento mais claro do papel das reservas naturais e de outras políticas ambientais na preservação dos ecossistemas e perceberão que saídas profissionais estão associadas à temática da conservação da natureza.


    Meio-dia (2h30 a 3h00)
    • Percurso com interpretação da paisagem associada à lezíria e estuário do Tejo (12 Km, caso os alunos venham de autocarro) (15 a 30 min);
    • O Homem enquanto decisor?

     Inicia com a visualização do Filme: “O Homem o Território e a Água” (15min)

    Trabalho em equipa - Identificação de problemas ambientais associados ao estuário do Tejo, compreensão do mesmo: As cheias e inundações, a desertificação, a conversão dos habitats, as barragens, a poluição, as artes de pesca, etc. Compreensão do problema e medidas de mitigação, as políticas ambientais e identificação de estratégias de cooperação internacionais, recorrendo à exposição “EVOA, onde o Mundo encontra o Tejo”. (30 min)

    Debate final (15 min)

    • Sessão de Observação de Aves (45 min) – Estratégias de contagem de populações de aves num território. O papel dos vigilantes da natureza e dos biólogos. Desenho de campo ou fotografia, o papel da arte na conservação da natureza. Saídas profissionais associadas à conservação da natureza.
    • Oficina da Água - Diretiva Quadro da Água - ex. de política europeia ambiental, elementos de qualidade biológica (invertebrados como bioindicadores, inclui observação com microscópios), elementos de qualidade físico-química (pH, dureza, turbidez) (30 min);

    Dia Inteiro (adicional, 1h30 a 2h)
    Opção A
    • Cont. Sessão Observação de Aves - Visita adicional a Lagoa Rasa (+30 min)
    • Quem é quem? – Atividade de cooperação, incluindo a descrição das características morfológicas diferenciadoras das diversas espécies de aves, seguida de representação e identificação da espécie (30 min);
    • O “Solo” – que sedimentos existem nesta zona do estuário e porque se depositaram aqui - experiências de análise das propriedades e características do solo. Produtividade do solo e papel das inundações (15 min);
    • Vamos aprender a orientar-nos com as aves (45 min) - Breve apresentação sobre a migração das aves e os métodos de orientação e navegação. Atividade de orientação

     

    Opção B (1h30)
    • Oficina Ordenamento do Território (1h30) - Construção de um “Plano Diretor Municipal”, considerando áreas de habitação, alimentação, escolas, recreação, locais de deposição de resíduos, tendo em conta aspetos económicos, ecológicos e estéticos. Prever a evolução deste território face a fenómenos previsíveis e elaboração de um plano de contingência simples. Participação pública com role play. Comparação com a paisagem envolvente, margem direita e esquerda do rio Tejo
  • 10º e 11º Ano - Área de Ciências

    Esta visita de estudo aborda os conteúdos do programa bianual de Biologia-Geologia de 10º-11º ano: Diversidade na Biosfera (MI); Obtenção e distribuição de Matéria (I,II); Transformação e utilização de energia pelos seres vivos (III); Regulação nos seres vivos (IV); Reprodução (VI); Evolução biológica (VII); Sistemática dos seres vivos (VIII); Geologia – Tema IV.


    Meio dia (2h30 a 3h00)
    • Percurso com interpretação da paisagem associada à lezíria e estuário do Tejo (12 Km, caso os alunos venham de autocarro) (15 a 30 min; MI, Tema IV);
    • Atividade prática associada ao Filme: “O Homem, o território e a água”, sobre as atividades humanas associadas ao território e impacto no ecossistema. Prevendo a evolução do ecossistema quando sujeito a alterações (30 min; MI, Tema IV)
    • As aves - obtenção, distribuição, transformação e utilização de energia/matéria (30 min;, I-IV, VI, VIII) - Atividade em equipa de exploração da exposição. Que características morfológicas e fisiológicas possuem as diversas espécies de aves.
    • Sessão de observação de aves na lagoa principal e/ou rasa (60 a 90 min; I-IV, VI, VIII) – caracterização do habitat e posição na cadeia trófica do estuário através da observação das espécies e do modo como obtêm alimento. Mecanismos de termorregulação; adaptações ao ambiente aquático. E/ou as espécies, os géneros, as famílias e ordens da classe das aves.

    Dia Inteiro (atividades adicionais, 1h30 a 2h)
    Opção A
    • Sistema Terra-Lua e a sua influência nos seres vivos – Atividade de colaboração e orientação (15 a 30 min; IV, Tema IV)
    • Quem é quem? – Atividade de cooperação, incluindo a descrição das características morfológicas diferenciadoras das diversas espécies de aves, seguida de representação e identificação da espécie. (30 min; VIII)
    • O “Solo” – que sedimentos existem nesta zona do estuário e porque se depositaram aqui - experiências de análise das propriedades e características do solo. A Floculação da argila. Produtividade do solo e papel das inundações (15 a 30 min;, Tema IV);
    • Oficina da Água – Diretiva Quadro da Água- ex. de política europeia ambiental, elementos de qualidade físico-química (pH, dureza, turbidez). Elementos de qualidade biológica (invertebrados como bioindicadores, inclui observação com microscópios) E/ou reprodução sexuada e assexuada. Vantagens e desvantagens. Os charcos temporários. Elaboração de esquema do ciclo de vida de um dos invertebrados observados (30 a 45 min; Tema IV, MI, III, IV, VI).

    Opção B 
    • Oficina da Migração – um resultado da seleção natural, utilizando o método científico (1h30; MI, III, IV, VI, VII) - Análise texto e formulação de problema/ pergunta; Definição de hipóteses, variáveis e de procedimento de recolha de dados; Elaboração de tabela e gráficos, análise de resultados e elaboração de conclusão.

    Opção C
    • Oficina Ordenamento do Território (1h30; Tema IV, MI) 

    Construção de um “plano diretor municipal”, considerando áreas de habitação, alimentação, escolas, recreação, locais de deposição de resíduos, tendo em conta aspetos económicos, ecológicos e estéticos.

    Prever a evolução deste território face a fenómenos previsíveis e elaboração de um plano de contingência simples. 

    Participação pública com role play.

    Comparação com a paisagem envolvente, margem direita e esquerda do rio Tejo

  • 12º Ano - Área de Ciências

    Num ano de escolhas e decisões, esta visita pretende alargar horizontes e abordar as temáticas da cidadania e sustentabilidade, tendo em conta o Homem enquanto decisor e interveniente no meio. 


    Meio dia (2h30 a 3h00)
    • Percurso com interpretação da paisagem associada à lezíria e estuário do Tejo (12 Km, caso os alunos venham de autocarro) (15 a 30 min);
    • Filme: “O Homem, o território e a água”, sobre as atividades humanas associadas ao território e impacto no ecossistema. Prevendo a evolução do ecossistema quando sujeito a alterações (30 min)
    • Sessão de observação de aves na lagoa principal e/ou rasa (60 a 90 min) – Estratégias de contagem de populações de aves num território. O papel dos vigilantes da natureza e dos biólogos. Saídas profissionais associadas à conservação da natureza.
    • Oficina da Água – Diretiva Quadro da Água- ex. de política europeia ambiental, elementos de qualidade biológica (invertebrados como bioindicadores, inclui observação com microscópios), elementos de qualidade físico-química (pH, dureza, turbidez) (30 min)

    Dia inteiro (atividade adicional, 1h30)
    Opção A
    • Oficina Ordenamento do Território 

    Construção de um “plano diretor municipal”, considerando áreas de habitação, alimentação, escolas, recreação, locais de deposição de resíduos, tendo em conta aspetos económicos, ecológicos e estéticos.

    Prever a evolução deste território face a fenómenos previsíveis e elaboração de um plano de contingência simples. 

    Participação pública com role play.

    Comparação com a paisagem envolvente, margem direita e esquerda do rio Tejo.

     

    Opção B
    • Percurso até ao estuário (2x1,5 Km) 
    • Recolha de lixo trazido pelo rio - plástico acessível aos alunos (luvas e saco);
    • Recolha de água no percurso, para posterior observação;
    • Identificação de atividades económicas e do seu impacto no meio
  • Secundário - Ciências Socioeconómicas

    No EVOA, localizado na Reserva Natural do Estuário do Tejo e pertencente à Companhia das Lezírias, os alunos terão oportunidade de compreender as atividades económicas associadas à lezíria e estuário: da agricultura ao turismo, passando pelas pescas.


    Meio-dia (2h30 a 3h00)
    • Percurso com interpretação da paisagem associada à lezíria e estuário do Tejo (12 Km, caso os alunos venham de autocarro) (15 a 30 min; MI, Tema IV);
    • Filme: “O Homem, o território e a água”, sobre as atividades humanas associadas ao território e impacto no ecossistema. Ordenamento do Território. Debate (45 min)
    • Vai-vem EVOA, onde o mundo encontra o Tejo (30min)
    • Atividade de perguntas e respostas sobre as atividades económicas e políticas agrícolas e ambientais nacionais, europeias e internacionais.
    • Sessão de observação de aves (60 min)
    • O ecoturismo e o desenvolvimento sustentável.

     

    Nota: Atividade complementar sugerida (visita organizada diretamente pela Companhia das Lezírias)
    Visita à Companhia das Lezírias (atividades agro-pecuárias), contacte-nos para saber mais informações.

  • Secundário - Artes Visuais

    Uma visita de estudo inspiradora é a garantia, da ilustração científica à fotografia, passando pelo desenho de campo, são muitas as atividades que os alunos poderão realizar.


    Meio-dia (2h30 a 3h00)

    • Percurso com interpretação da paisagem associada à lezíria e estuário do Tejo (12 Km, caso os alunos venham de autocarro) (15 a 30 min);
    • Retrato falado (30 min) - Elaboração de uma ave, com base numa descrição oral. 
    • Desenho de campo nos observatórios, incluindo sessão de observação de aves (90 min) 
    • Filme "A ilustração científica" (30 min) - Observação de ilustrações originais e contidas na exposição. Debate sobre a importância da ilustração científica para as ciências.

    Dia Inteiro (atividades adicionais, 1h30)
    • Maratona de fotografia (60 min) - Em equipas e com base numa check-list, os alunos são convidados a partilhar o seu olhar sobre o estuário e lezíria
    • Ideias abstratas num esquema simples (30 min) - Em equipas, os alunos são desafiados a representar uma ideia abstrata