background

Programas de Férias Escolares

Férias na Natureza

Faixas etárias:  Grupo "Dom Curioso": 4 aos 6 anos | Grupo Exploradores: 6 aos 10 anos | Grupo Jovens Naturalistas: 10 a 12 anos | Grupo Embaixadores: mais de 12 anos

Horários: de 2ª a 6ª feiras das 8h45 às 18h15 (atividades entre as 9h30 e as 17h45)

Localização: os participantes visitarão varios locais da propriedade da Companhia das Lezírias ao longo da semana:

- EVOA: os participantes farão observação de aves (e outros animais), conhecerão as lagoas, charcos, estuário, arrozais e pastagens da lezíria.

- Charneca do Infantado: os participantes conhecerão o Montado, eventualmente com observação de tiragem da cortiça; Coudelaria de cavalo lusitano, Centros de interpretação "Os sons da Charneca", barragem, pinhais.

- Herdade de Catapereiro: vinha, ribeira, montado, olival, adega, casa das barricas, cavalos, casa de insetos.

Inspirado na abordagem Escola da Floresta (Forest School), serão desenvolvidas atividades de exploração da natureza adaptadas às faixas etárias, atividade de promoção da leitura (após o almoço, por exemplo com a leitura de um conto na natureza no caso do Grupo Dom Curioso), atividades com água (desde a cozinha de lama, recolha de amostras de água e observação de invertebrados).

Possibilidade de realização de sesta, após a leitura do conto, no Grupo dos Dons Curiosos (4 a 6 anos) ;-)

Valor semanal:

85€ (IVA 23% incluído)

Este valor, para além das atividades de educação ambiental e acesso às áreas reservadas (incluindo EVOA), inclui seguro de atividade.

Não inclui: Valor de transporte (caso necessite, solicite orçamento) e refeições (ver valores na ficha de inscrição)

Número mínimo de participantes para cada semana se realizar:16

No máximo 54 crianças em simultâneo. 

Equipa:

Acompanhamento constante por 2 ou mais monitores, de equipa que conta com: educador de infância, guia especializado, com formação certificada associada à abordagem pedagógica Escola da Floresta (Forest School) e/ou Biólogo(s) ou técnicos com formação em educação ambiental;

Informações e inscrições: evoa@evoa.pt ou 92 645 89 63

Férias de Natal (Semana 1 - 22, 23 de dezembro e Semana 2 - 26 a 30 de dezembro) ...Inscreva-se aqui

5ª (22 de dezembro) - Sentir a natureza - à descoberta da charneca usando todos os sentidos;

6ª (23 de dezembro) - Brincar na natureza - aprender temas científicos a jogar à macaca, à apanhada, passando por jogos de tabuleiro

2ª (26 de dezembro) Atividades de orientação na Charneca - Em busca da folha do cavado, de cogumelos, de mixomicetos e pegadas de mamíferos; 

3ª (27 de dezembro) As aves, as cores e a migração - Observação de aves, alimentação, voo, orientação e estratégias na migração. Por que muitas aves optam por iniciar a migração 30 minutos antes do pôr-do-sol?...sevier às 17h poderá saber com o seu filho a resposta a esta pergunta  (EVOA);

4ª (28 de dezembro) Em busca dos mamíferos (EVOA) - Trapcams, pegadas, trilhos, excrementos e outros sinais de presença de lontra, texugo, raposa...;

5ª (29 de dezembro) Bioblitz (inventariação das espécies de fauna e flora encontradas durante o dia) - Charneca - à descoberta da biodiversidade...uma lista ilustrada com desenhos feitos pelos participantes.

6ª (30 de dezembro) Bioblitz - EVOA - à descoberta da biodiversidade...uma lista ilustrada

 

Férias de Verão (julho-agosto) - Inscrever aqui! - Veja as Semanas temáticas aqui.

"As pesquisas demonstram que o contacto com a natureza, através de experiências positivas, pode promover a criatividade, o desenvolvimento de habilidades motoras, a concentração e a capacidade para resolver problemas, atenuar o défice de atenção das crianças e promover melhores tomadas de decisão ambientais. Em Portugal, analisando a atual oferta educativa e os hábitos familiares, compreendemos que as crianças portuguesas passam a maioria do seu dia em locais fechados. Os escassos estudos realizados ao nível nacional comprovam que as crianças em contexto educativo, de um modo geral, interagem pouco com a natureza, mesmo quando as condições climatéricas são favoráveis à exploração dos espaços outdoor." [ in Congresso Psicopedagia (2015), https://doi.org/10.17979/reipe.2015.0.10.585]