“E se eu fosse Investigador”

“E se eu fosse Investigador”

Início
04/10/2021 09:30

Fim
30/06/2022 18:00

Tirando partido dos projetos de investigação a decorrer na Companhia das Lezírias, os alunos experienciarão esta realidade, e poderão ver na prática como aplicar o método científico e como as conclusões permitem melhorar a gestão da floresta e das lagoas enquanto refúgio de maré para as aves do estuário.

O trabalho de campo poderá ser exigente, como é possível contar e identificar tantas aves em movimento, os alunos são convidados a colocar as mãos nos binóculos e experimentar. Que métodos se utilizam para estudar as migrações?, poderá ser possível ver, ou mesmo soltar uma ave anilhada.

A coruja-das-torres, é uma das espécies transversais desta propriedade com 18000 ha. O projeto Tytotagus demonstrou que a lezíria é mesmo dos locais do mundo com maior densidade de indivíduos. Os alunos ajudarão a descobrir porque isto acontece e que espécies aqui existem, analisando as suas regurgitações. Poderão ainda ver, como incentivamos a sua presença para proteger as vinhas.

Já na floresta, descobrirão como podemos saber a eficiência do montado como sumidouro de carbono, como restaurar corredores ripícolas ou como aumentar a densidade coelho, presa fundamental de muitas rapinas com estatuto de conservação ameaçado.

  1. Projetos de Conservação abordados:
  • Corredor ecológico (CE3C – FCUL)
  • Restauro ecológico de linhas de água (CE3C – FCUL + LABOR Univ. Évora)
  • Restabelecimento da população de coelho-bravo como medida de conservação de predadores (CIBIO – Porto)
  • Conservação da Perdiz-do-mar na Lezíria Sul (ICNF)
  • Lagoas do EVOA – Refúgio para as aves (CL, ICNF, ABLGVFX, LPN, CMVFX, Aquaves)
  • LX Aquila – (SPEA)

 

  1. Projetos de investigação abordados
  • LIFEPLAN – estudo da biodiversidade mundial (CE3C – FCUL)
  • Diversidade de aves e regulação da sanidade florestal – (LABOR Univ. Évora)
  • Projecto TytoTagus - dispersão pós-natal da coruja-das-torres no Vale do Tejo (LABOR Univ. Évora)
  • Diversidade e abundância de mamíferos - como resposta ao multi-uso e às práticas de gestão (CE3C – FCUL)
  • Mixed - desenvolvimento de sistemas agroflorestais e agrícolas mistos europeus que otimizam a eficiência e o uso de recursos, reduzem as emissões de GEE (CONSULAI -Lisboa)

 

Dia inteiro (EVOA + Floresta da Companhia das Lezírias): 14€ ou 13€ (alunos ASE)